Qual substrato para orquídeas devo utilizar

Boa parte dos cuidados iniciais no cultivo de orquídeas começa antes de plantá-las. Nessa fase as dúvidas mais comuns são: Qual vaso / recipiente utilizar? Qual substrato para orquídeas utilizar?

Como já sabem o substrato é a parte crucial para as orquídeas, pois é através dele que a planta obtém o suporte necessário a fixação das raízes, para que possa crescer de maneira uniforme e se sustentar.

O substrato para orquídeas é também uma fonte de nutrientes para o seu desenvolvimento, bem como é o responsável por reter umidade que será absorvida pelas raízes ou o oposto. No caso das orquídeas que gostam de menos água, o substrato deve ser utilizado de forma a drenar o excesso e evitar o apodrecimento das raízes.

Na natureza os substratos para orquídeas são compostos de materiais orgânicos em decomposição, como folhas, galhos, restos de frutos e etc. No meio artificial (em nossas casas) devemos reproduzir ao máximo as condições naturais.

A escolha do substrato ideal para as orquídeas vai depender principalmente do tipo de orquídea a ser cultivada, pois cada espécie tem suas peculiaridades que devem ser respeitadas.

As epífitas por exemplo são orquídeas que não necessitam de terra, mas precisam de algo rígido para fixação, tal como tronco de árvores, placas de isopor ou algo parecido. Tudo vai da criatividade e disposição de cada orquidófilo.

Já as terrestres precisam de um substrato que forneça matéria orgânica, umidade moderada e um vaso arejado.

Melhor Substrato para orquídeas

Melhor Substrato para orquídeas

Qualidades de um bom substrato para orquídeas

Como no Brasil temos uma diferença grande entre as regiões (clima, umidade, temperatura e etc) é improvável que exista um único tipo de substrato para orquídeas que seja o melhor, o mais indicado para o país inteiro.

Entretanto, há um conjunto de características que devemos nos atentar para encontrar o mais adaptado a nossa região e nossa espécie de orquídea cultivada.

Um bom substrato para orquídea deve ser bem volumoso, leve* e poroso.

Ser volumoso ajuda as raízes a terem bastante espaço para se desenvolver, já a porosidade ajuda a não acumular água e evita que as raízes fiquem “emboladas”, pois não oferece resistência ao crescimento natural.

Em outras palavras, devemos utilizar materiais “grosseiros”, que ofereçam espaços entre as partículas para as raízes e para que a água seja drenada.

 

Tipos de substrato para orquídeas

Tipos de Substrato para orquídeas

Tipos de Substrato para orquídeas

Fibras vegetais:

São compostos de diversos tipos de resíduos de plantas, e podem ser facilmente reaproveitados, tais como:

  • Fibras ou casaca de coco: é um material fácil de ser encontrado e geralmente a custo zero. Ganha no quesito porosidade, além de ser extremamente manuseável e leve, sendo ótimo para ser utilizado em conjunto com outros materiais. Lembrando que as cascas precisam ser esterilizadas e ter alguns cuidados.
Chips de coco

Chips de coco

  • Musgo Esfagno: não é classificado exatamente como fibra, mas está aqui por ser um resíduo vegetal muito utilizado, inclusive na confecção da UTI para orquídeas.
    É um material extremamente leve, fácil de controlar a umidade e consorcia muito bem com outros materiais. O inconveniente é o preço que tem encarecido bastante, e se não for bem inspecionado, pode reter muita umidade e apodrecer as raízes.
Musgo Esfagno

Musgo Esfagno desidratado

  • Casca de Pinus ou de outras madeiras: Tem as mesmas vantagens da casca de coco, acaba sendo ótima pra forrar o fundo do vaso, entretanto precisam ser colocados em conjunto com algum outro material que retenha um pouco de umidade.
Substrato de orquídea

casca de pinus

  • Carvão Vegetal: é um material muito absorvente de água, as orquídeas gostam, entretanto, precisa de outro material mais umidificante.
carvão vegetal

carvão vegetal

  • Bucha vegetal: é ideal para fixar as raízes das orquídeas em troncos de árvores, ou outras superfícies lisas, pois mantém um pouco de umidade e é de fácil fixação das raízes.
bucha vegetal

bucha vegetal

Outros substratos (minerais, sintéticos e demais):

  • Pedra de Brita, Argila expandida, Cacos de vaso cerâmico, Pedregulhos de quartzo: são materiais diferentes, porém com características parecidas. Ambos possuem boa aeração, e drenam bastante o excesso de umidade, são ótimos para uso em consórcio com materiais menos porosos.
Brita no vaso

Brita no vaso

  • Isopor (poliestireno expandido): é um material extremamente leve, absorve água e tem a vantagem de ser um produto reciclado e totalmente inerte. Não é tóxico como muitos pensam e não reage com adubos ou possíveis produtos químicos que podem ser utilizados nas orquídeas. Pode ser utilizado de duas formas: inteiro em forma de placa para fixação das raízes ou flocos quebrados misturados a outro substrato.

 

Poliestireno Expandido (isopor)

Poliestireno Expandido (isopor)

Consórcio de substratos para orquídeas

Apesar de não haver uma regra geral, pesquisas tem demonstrado que a utilização de apenas um tipo de substrato não é muito efetiva, sendo que a mistura de dois ou mais tipos de substratos tem tido maiores resultados.

Isso se dá pelo fato de que as características individuais de cada substrato podem ser demasiadas, logo, o consórcio equilibra as qualidades, melhorando as condições de desenvolvimento das plantas.

Vejamos algumas combinações mais comuns:

Isopor, casca de pinus e esfagno

Isopor + Casca de Pinus + Esfagno

Esfagno + Casca de pinus + coco picado + carvão vegetal

Esfagno + Casca de pinus + coco picado + carvão vegetal

Casca de árvore + Carvão vegetal + Casca de macadâmia (fruto)

Casca de árvore + Carvão vegetal + Casca de macadâmia (fruto)

Dicas finais:

Vale ressaltar que boa parte dos substratos não fornece os nutrientes que as orquídeas necessitam para se desenvolver e florescer, sendo assim, é necessário adubar regularmente. Veja nesse artigo dicas sobre adubação.

Essas e muitas outras dicas você encontra adquirindo o Manual Passo a Passo como cuidar de orquídeas.

Se você utiliza outros tipos de substrato, deixe a sugestão nos comentários e compartilhe nas redes sociais!

Fique por dentro de nossas atualizações!

2 Comentários

  1. Pingback: Como cuidar de orquídeas Cattleya - Cuidar de Orquideas

  2. Pingback: Orquídeas Phalaenopsis como cultivar? - Cuidar de Orquideas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *